As 10 capas de disco que todo o Mundo conheçe.

The Freewheelin’ Bob Dylan

Foi o segundo álbum de estúdio de Dylan, e o que o colocaria de vez entre os maiores nomes da música folk dos anos 60. A capa do álbum tem uma fotografia do cantor com sua então namorada Suze Rotolo (1943-2011). Ela foi tirada em fevereiro de 1963, poucas semanas depois que Rotolo havia retornado da Itália. A foto foi tirada pelo fotógrafo Don Hunstein na esquina da Jones Street com a 4 West Street, em Greenwich Village, Nova York, perto do apartamento onde o casal viveu de 1961 a 1964. Sem sombra de dúvidas, essa é uma das mais conhecidas capas de todos os tempos.

War

Que muitas bandas de rock adoram colocar crianças nas capas de seus discos, isso todo mundo já sabe. O U2 não foi exceção. Em 1983, a banda decidiu estampar as feições do garoto Peter Rowen, irmão de um amigo de Bono, chamado Guggi. O vocalista da banda justificou tempos mais tarde o pensamento da banda sobre o conceito do garoto na capa do álbum: “Ao invés de colocar os tanques e armas na capa, nós colocamos um rosto de uma criança. A guerra pod ser também uma coisa mental, uma coisa emocional entre amores. Não precisa ser uma coisa física”. O rapazinho ainda apareceria em outros álbuns do U2, como Three, Boy, The Best of 1980-1990 e Early Demos.

Born in the USA

O sétimo álbum de estúdio do cantor norte-americano Bruce Springsteen deu o que falar. Não só pelo seu conteúdo politizado, em que critica a postura de seu país durante períodos de conflito pós-guerra do Vietnã, e não à base de elogios exacerbados, como muitos pensam, mas também pela capa que, até hoje, faz com que mulheres do mundo inteiro fiquem pensando “bobagens”. A foto da capa nada mais é senão um recorte do traseiro de Bruce, de frente à bandeira dos Estados Unidos, fazendo a linha ‘operário’, ‘trabalhador braçal’. Durante muito tempo houve quem pensasse que Bruce estaria urinando na bandeira norte-americana, fato desmentido pelo cantor.

Queen II

O segundo álbum de estúdio do Queen, como o próprio título sugere, tem estampado em sua capa uma singela foto dos quatro integrantes da banda olhando para frente, estando seus rostos contrastando em um fundo preto. A foto foi tirada pelo fotógrafo Mick Rock, que quis dar a impressão de que os músicos fossem Estátuas da “Ilha de Páscoa”, mesmo admitindo que se inspirou em uma cena da atriz Marlene Dietrich no filme Expresso Xangai, de 1932. A imagem da capa foi reutilizada muitas e muitas vezes pela banda, sendo as mais célebres no clipe de Bohemian Rhapsody, de 1975, e anos mais tarde em One Vision, de 1986.

Nevermind

A capa do álbum mais famoso da banda grunge de Seattle, Nevermind, ficou eternizada por trazer um inocente bebê nadando enquanto segue a nota de 1 dólar. O bebê, que se chama Spencer Elden, é filho de um fotógrafo amigo da banda, e à época da foto tinha apenas 3 meses de vida. O conceito da fotografia da capa do álbum surgiu após Kurt Cobain e David Grohl assistirem a um documentário sobre partos na água. A foto foi feita, então, em Pasadena, mais precisamente no Aquatic Centre of Rose Bowl. Em 2008, nesse mesmo local, aos 18 anos, o adolescente Spencer Elden recriou a famosa foto, repetindo o feito de 2001, quando das comemorações de 10 anos de Nevermind.

London Calling

Poucos sabem, mas a mais famosa capa de um álbum do The Clash e uma das mais conhecidas da música nada mais é senão uma releitura da capa do álbum de estreia de Elvis Presley. A capa de London calling traz o baixista Paul Simonon destruindo seu baixo no palco do Palladium em Nova York, mais precisamente em 21 de setembro de 1979, quando a banda fazia sua 5ª turnê pela América. A foto em questão foi tirada pela fotógrafa Pennie Smith, que acreditava que a foto jamais poderia ser usada, mas o vocalista Joe Strummer e o designer gráfico Ray Lowry acreditaram que a foto poderia sim ser usada na capa do álbum que seria lançado em breve. Em 2002, a foto tirada por Pennie foi reconhecida como a melhor foto da história do Rock, sendo a capa de London Calling considerada a 9ª melhor capa de todos os tempos pela revista Q Magazine, em 2001.

Abbey Road

O célebre design da capa de Abbey Road, uma foto que mostra os Beatles atravessando a rua em uma faixa de pedestres, foi baseado em ideias esboçadas por McCartney postas em prática em 08 de agosto de 1969 no lado de fora dos estúdios da EMI, em Abbey Road, por volta das 11:30 daquele dia. O fotógrafo Iain Macmillan registrou a imagem em uma sessão de apenas 10 minutos, enquanto estava em uma escada e um policial segurava o tráfego. A foto mostra Lennon liderando a fila, seguido por Starr, Paul McCartney e Harrison. Segundo informações divulgadas à época, com a exceção de Harrison, o grupo está vestindo ternos desenhados por Tommy Nutter. O fusca que aparece na foto foi vendido em 1986 por £ 2.530 e em 2001 estava em exibição em um museu na Alemanha. Nem é preciso dizer que a capa é uma das mais “plagiadas” e imitadas de todos os tempos, sendo a faixa de Abbey Road hoje um ponto turístico de Londres. A foto também serviu de base para argumentos infundados sobre a suposta morte de Paul, já que ele é o único descalço na foto.

Velvet Underground & Nico

A clássica capa contendo a imagem de uma banana fez de “Velvet Underground & Nico” uma das capas mais famosas de todos os tempos. A ilustração feita pelo artista plástico Andy Wahrol convidou, nas primeiras cópias vendidas, o proprietário do disco a descascar a casca da banana, revelando-lhe por baixo de um adesivo autocolante o fruto cor de carne. A MGM, responsável pela produção do álbum à época pagou os custos da capa, imaginando que qualquer ligação com Warhol poderia impulsionar as vendas. A maioria dos álbuns lançados em vinil não possuem o adesivo peel-off; as cópias originais do álbum com o recurso adesivo-casca agora são itens raros de colecionador. O álbum foi reprensado em vinil pesado em 2008 e esta edição também apresenta a banana autocolante.

Dark Side of The Moon

O Pink Floyd esteve em pleno apogeu no início da década de 1970, mais precisamente quando lançou aquela que é considerada por muitos a sua obra-prima: o álbum Dark Side of the Moon, de 1973. O conceito da capa foi criado por um dos associados no projeto, George Hardie, da Hipgnosis, que ofereceu à banda uma escolha de sete projetos, mas todos os quatro membros concordaram que o prisma foi de longe o melhor. A luz que emana do prisma na capa do álbum tem seis cores, faltando indigo em comparação com a tradicional divisão do espectro em vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, índigo e violeta. (Um prisma real iria apresentar um espectro contínuo sem fronteiras definidas entre as cores e luzes coloridas dentro do prisma). A ideia, apesar de simples, ajudou Dark Side a se consolidar como um dos mais importantes e imponentes álbuns de todos os tempos.

Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band

Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band rendeu aos Beatles um Grammy pelo design da capa, que fora projetada por Robert Fraser, Peter Blake e Jann Haworth, sua esposa e parceira artística, e fotografada por Michael Cooper. O projeto apresenta uma colorida colagem de fotografias de papelão em tamanho real de pessoas famosas na frente enquanto que as letras foram impressas na contracapa. A ideia foi pioneira no Reino Unido, já que essa foi a primeira vez que esse tipo de arte havia sido feita em um LP pop britânico. É interessante notarmos que os Beatles aparecem em dois momentos distintos na capa – o primeiro, no canto esquerdo, quando ainda estavam no início da carreira, usando terninho e cabelo em formato de cuia, e na parte central, em disfarce de sargento. Para conhecer as personalidades que constam na capa, acesse o seguinte link: Ao lado de “Abbey Road”, Sgt Pepper’s… continua sendo uma das capas mais plagiadas da história da música.

Fonte:      http://os10maiores.blogspot.com/2011/08/as-10-capas-de-albuns-mais-famosas-da.html

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s